21 de mai de 2009

16 de abr de 2009

dizem que dizer
desgraça
atrai
desgraças
disse
dinheiro
o dia inteiro
e continuo
na mesma
desgraça

por marcus tulius

frON THE ROCKS antigos

o pesadelo é um anjo atordoado e bruto
que nos visita durante a noite
e aproveitando do nosso medo,
senta-se sobre nosso sono
por cláudio alberto
publicado em algum lugar do passado

15 de abr de 2009

saca a rolha




mercadorias e futuro
por lirinha

13 de abr de 2009

frON THE ROCKS antigos


QUANDO VAI MAL
NORMAL
QUANDO VAI BEM
TAMBÉM
por ricardim
publicado em algum lugar do passado

6 de abr de 2009

Biografia

aos 3 anos aprendi a aprender.
aos 7 tirava asa de cachorro.
aos 10 descobri o abismo entre meu pé direito e o esquerdo.
aos 13 anos percebi que minha orelha foi colocada de ponta-cabeça.
aos 15, as meninas.
aos 17 aprendi a apreender - também a dirigir.
aos 21 chorei.
aos 23 meu olho virou e vi diferente o que ainda era o mesmo.
aos 27 anos, esperar

(to be continued...)



por Henrique Vitorino

16 de fev de 2009

Ode aos açougueiros

-
escrevi um poema sanguinário

chamei-o de “ode aos açougueiros”

já de cara, sem dó nem piedade fui lá e

cortei do poema a perna do p

mandei num envelope pardo a orelha do livro

pedi resgate

não lido, enfiei fundo a faca no coração do til

e vi a cedilha escorrendo sangrando na página

sobrou à minha frente na mesa de aço

um poema manco

[com o coracao

[mutilado
.

por robisson sete


15 de fev de 2009

assistindo ao vídeo do danilinho dartanhã *
sinto saudade de uberlândia logo pela manhã
mas chega de drama
tem jogo do ganso e bhrama.

por geórgia teixeira

* carque o play no danilinho dartanhã no http://danislau.blogspot.com/

12 de fev de 2009

leminskaholics


estrela, áurea, alice ruiz e paulo leminski.
por lina faria

11 de fev de 2009

saca a rolha



guaraná jesus por carlos careqa

chocolate jesus por tom waits

9 de fev de 2009

4 de fev de 2009

In sanidade

Na disparidade entre os sentires,
prefiro dissolver-me
ao longo das andanças e percalços
de minha história.
Rarefaço plúmbeo céu incorporando,
em seus arranjos e harmonias,
saborosas cores.
Amainara a carga de melancolia:
impulso à formação de novos olhares
-pequeno resto da mim.
Um grito que chega ao silêncio,
da sanidade com a despirocação
para preencher os buracos da vida, tantos, imensos.
Coloco para fora a língua e sinto o gosto do sol.
por kelen cristina

29 de jan de 2009

saca rolha




* fluxograma

greta garbo
the pinups dreams
the 50s
tudo existiu
pra vestir aninha

aninha viu um pé de caju

aninha foi no maracanã

aninha viu um avião no céu
aninha molhou os pés no rio
aninha molhou os pés na areia do rio


voz e bateria danislau também
violão enzo banzo
baixo moita mattos
com: danislau também
cinegrafia: castor
edição: ana reis & wagner schwartz
colaboração: guarany lavor

26 de jan de 2009

frON THE ROCKS antigos

pobre dum gato
num dia
de cão
por wendel verme

23 de jan de 2009

saca a rolha




por itamar assumpção e banda isca de polícia (1983). parte I

22 de jan de 2009

se deus escreve certo por linhas tortas
por que insisto eu em escrever torto por linhas mortas?

por geórgia teixeira

21 de jan de 2009

A MORTE É OVER
A VIDA É DOSE

por francisco de assis

20 de jan de 2009

frON THE ROCKS antigos

Ilusão de ótica

vivo em uma órbita míope
medíocre
sou foco obscuro
soturno
sou pele lacrimosa
insossa


mas pouso e repouso sobre uma nuvem íris púrpura
onde o sol pupila meus olhos de menina
e num instante qualquer
caio dentro de um caleidoscópio
e me reflito mosaico


por geórgia teixeira
publicado em algum lugar do passado

19 de jan de 2009

leminskaholics

O QUE QUER DIZER

para Haroldo de Campos
translator maximus

O que quer dizer,diz.
Não fica fazendo
o que, um dia, eu sempre fiz.
Não fica só querendo, querendo,
coisa que eu nunca quis.
O que quer dizer,diz.
Só se dizendo num outro
o que, um dia, se disse,
um dia, vai ser feliz.

por paulo leminski
do livro distraídos venceremos

12 de jan de 2009

A arte anda de ônibus
Projeto facilita acesso à arte através da frota de ônibus

A arte é uma criação humana feita para distrair, descrever, reflexionar, estimular, explorar novas formas de olhar e interpretar o mundo ao redor. Muitas vezes, é inspirada nas relações cotidianas cada vez mais marcadas pela agitação das grandes cidades.

Para acompanhar esse intenso movimento e devolver aos cidadãos a inspiração em forma de arte, o projeto ARTE NO ÔNIBUS, patrocinado pela CTBC, está colorindo a viagem de milhares de passageiros de ônibus de Uberlândia desde dezembro.

Foram afixados na traseira interna de 397 coletivos – 100% da frota - cartazes com reproduções de 20 obras de arte, entre artes visuais e poesias, confeccionadas em vinil e impressas digitalmente em formato 180 cm X 50cm.

A arte circulará pela cidade durante dois meses e, em seguida, serão realizadas uma exposição itinerante nos cinco terminais de ônibus locais com as obras afixadas em seis módulos executados em aço carbono pintado e a produção de um catálogo. “Acreditamos no sucesso do projeto em Uberlândia, haja vista sua ótima aceitação em Belo Horizonte”, comenta a coordenadora do projeto, Jerusa Azevedo.

A seleção das obras e os artistas

Modernidade, contemporaneidade, cotidiano e urbanismo foram alguns dos quesitos observados na escolha dos poemas. De acordo com Marco Túlio Morais, curador literário do projeto, foram selecionados 10 poemas, dos quais oito de poetas que vivem em Uberlândia e dois de uberabenses.

A prioridade foi dada àqueles em que são abordadas questões do cotidiano popular, em fuga ao elitismo e à noção estigmatizada de que em poesia se trata necessariamente de amor. “Esse projeto representa uma grande oportunidade para a população ter acesso à arte que chega até ela de forma inesperada e inserida em seu contexto. Não é preciso sair de sua rotina para ter contato com uma arte que pode transformar para melhor o dia-a-dia da população”, destaca Marco Túlio.

João Virmondes, curador de artes visuais do projeto, conta que outro critério de peso para a escolha das obras relaciona-se à valorização do artista local. “Trabalhamos com artistas que vivem em Uberlândia e descobrimos muitos talentos”, comenta. Ainda segundo Virmondes, as imagens selecionadas, em sua maioria fotografias, trabalham com o olhar de um telespectador que não tem o hábito de freqüentar exposições e que, repentinamente, é surpreendido por uma imagem que o faz mergulhar no espaço da arte.

Para Cleusa Maria Bernardes, que terá um poema circulando pela cidade e que sempre foi favorável à facilitação do acesso à arte, o projeto ARTE NO ÔNIBUS é uma das formas mais democráticas que conhece. “Quanto mais formas de suportes para a arte, melhor. E, nesse caso, o passageiro de ônibus terá acesso à arte como um presente, uma delicadeza em uma das horas mais estressantes de seu dia”, lembra Cleusa Bernardes.

Release cedido pela Serifa Comunicação, assessoria de imprensa do projeto Arte no Ônibus.


Veja abaixo, todos os trabalhos que estão passeando de ônibus:

Adriano Canas



Ana Reis



Bruno Ravazzi



Carlos Eduardo



Castor Assunção




Chico de Assis



Clarissa Borges



Cleusa Bernardes



Danislau Também



Eraldo Fábio Araújo



George Thomaz



Geórgia Teixeira



Júlio Cesar da Silva



Lucas Vieira



Marco Aurélio Ribeiro



Nicollas Ranieri



Paulo Lima Buenoz



Paulo Soares Augusto



Rodrigo Basi



Valéria Silva de Lima

Clique nas imagens para ampliá-las...

12 de dez de 2008

bafômetro


estação são bento-porto-portugal
por paulo henrique barroso

10 de dez de 2008



por rodrigo basi

8 de dez de 2008

bafômetro

serra da canastra - mg
por angelo maneira filho

28 de nov de 2008

Deixe que me assista, o seu ponto de vista

humildade em fragmentos de tijolos, tintas, falhas
ouvindo um som de ontem em dia, tipo "elton diones"
fazer palavras cruzadas da melhor maneira, errada
pessoas que preferem caminhar sozinhas pelos cantos,
acompanhadas
o gosto do sal é doce pois não há nada, iludidas
enganadas
pessoas sentem o que o outro sente, espelho
o medo de viver o dia após o outro, pesadelo
parece que é real, ilusão
a verdade é relativa, mas tem muita gente que não.


prefiro uma cerveja.

por lucas vieira

27 de nov de 2008

todas as letras

o canal Futura estréia amanhã dia 28 de novembro às 22:30 o programa todas as letras. a cada documentário a vida de um autor da língua portuguesa. No primeiro episódio um pouco da vida do poeta carlos drummond de andrade. reprises aos domingos às 16:oo.


"Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade."
por drummond

19 de nov de 2008

frON THE ROCKS antigos


A MOR TE DAREI A VIDA

por ricardim

18 de nov de 2008


quando a vaca boicota,

o boi avacalha.
doce de leite.

por francisco de assis

14 de nov de 2008

o que acelera o tempo são os quadros em branco,
pós trinta, ou trinta e um.
compensação pura de tempo, em tempo
pra falta dele tenho remédio, meu tédio
torna-los pretos, preenche-los de tempo, todo o espaço.
seria poder ver tê-lo em vertigem pra gente.
seria ter veia pra vê-la em cima da linha.
do tempo. tendo. tempo. pratempo
pra assar, passar tempos, tempos tendo passado.
rápidos! a cru.
quadros rápidos do universo,
origem escura nuvem turva sem chuva,
calor pára o tempo pra ver transpirar
no correr dos quadros em branco.
temporal sem água, corrida infinita em busca do nada.
é velho tempo, em velho tenho, envelhecendo.
corre contratempo, contra o tempo velho tenho sido,
a cada instante momento, fração de tempo.
ruga que tenho.
chega rápido tempo, quando devagar fico na cidade pequena.
carroça e leite sem a rede, rede que passa o tempo.
mata. não sei


por carlos eduardo

12 de nov de 2008

saca a rolha



Estudantes do ensino fundamental de Uberlândia inscrevam seus vídeos!!!